terça-feira, 2 de dezembro de 2008

Algo mais a declarar?

Nem sei, nem sei...
Eu que já declarei abertamente a minha loucura, já declarei amor a uma porção (ainda que pequena) de pessoas na face da Terra, eu que já dormi cedo e acordei tarde, ou dormi tarde e acordei cedo, que já conheci e desconheci tantos e tantas desse Planalto Central...
Eu que não fumo, não bebo (nada destilado). Nunca usei nenhuma substância "ilícita" (não que eu saiba... tem tanta gente sendo pega em exame anti-doping)! Já gostei de cerveja. Deixei de gostar. É que nem quando você "gosta" muito de um "ex-" e deseja com todas as forças que ele volte atrás na decisão de romper com o relacionamento. Daí, belo dia, você acorda, se olha no espelho e descobre... poxa... eu nem gostava dele tanto assim! Foi dessa maneira com a cerveja. Parei de gostar. Econtrei sabores melhores. E amores melhores também!
Eu que estou prestes a completar 29 anos daqui a alguns dias e (ainda) moro com meus pais, tenho horário pra chegar em casa, não durmo "em casa de amigas" (você acha que pai e mãe caem nessas conversas?????), tenho que dar satisfação dos meus passos e atitudes e paradeiro...
Eu que consegui um diploma de curso superior em uma Universidade Pública mas que até agora não tenho uma vida financeira estável - trabalho muito e ganho pouco - em compensação me divirto muito e me realizo mais ainda com a minha profissão, porque sei que estou plantando sementes e o resultado só será visto daqui a alguns ou muitos anos...
Eu que sofro com a TPM, com as contas a pagar, com os relatórios a entregar, com os horários a cumprir, as rotinas a incorporar, com as orações a fazer, com os telefonemas a dar, as roupa e louças a lavar, as unhas por fazer e os cabelos por alisar (haja formol), os sabores a provar, os filmes assistir, as músicas por ouvir, os desejos a saciar, a fome, o chôro, as dores, os suspiros, as festas, as dúvidas, as roupas, os sapatos, as meias, as inteiras... ... ...
E os acordos e os acentos, e os blogs (dos conhecidos, dos desconhecidos)... e a paixão por um jornalista! Ou por um músico. Cantor. Ator. Produtor. Escritor. Humorista. Vivo. Viva!
E a mãe. E o pé da mãe. Torcido. Quebrado. Inchado. Roxo.
Eu que tô em casa sempre que acontece alguma coisa ruim. Eu que espero ansiosamente o pôr-do-sol, porque o amanhecer eu não vejo - não consigo acordar - durmo quase na hora de ele acontecer.
Eu. Nada mais tenho a declarar.

0 comentários:

Sejam bem-vindos!

Mi casa, su casa...
 
Copyright 2009 Viviane Zion. Powered by Blogger
Blogger Templates created by Deluxe Templates
Wordpress by Wpthemescreator
Download Royalty free images without registering at Pixmac.com