quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

Algumas razões pra escrever (n)um blog

Engraçado, cheguei da rua agorinha. Parei na frente da TV. Ôlho nela, pensamento loooonge. Nem ouvi direito quando o meu irmão disse que ia desligar o computador - em seguida perguntou se eu ia querer usar. "Ah, sim, quero sim." - foi o que respondi sem saber direito se, (pausa grave) o que eu queria era me plantar em frente à máquina ou outra coisa; na verdade eu queria mesmo era "outra coisa" mas na ausência total de definição clara do que era, me acomodei na cadeira e posicionei os dedos no teclado. Total falta do que procurar. Irritação. (mas eu já cheguei da rua sem paciência). Digitei mecanicamente o endereço do blogspot no navegador.
Putz, eu deveria ter ido dormir (já). Mas também estou se paciência para tal. Já se vão duas razões (ou motivações). O fato é que quando me dei conta estava aqui a postar. A ler. O blog já se tornou parte integrante da minha rotina (?). Comecei assim, meio tímida; não tinha mesmo a intenção de ser "lida" por ninguém. Queria ter um espaço público pra escrever. Só isso. A inspiração veio de um amor platônico (blogueiro). De tanto ler as peripécias de um dos (talvez ele seja "O"!!!) espécimes de homo sapiens mais bonitos que os meus olhos já viram, tive vontade de registrar também as minhas (in)sanidades - tem gente melhor do que eu no ramo.
Daí que em menos de 2 meses eu fui olhar a quantidade de visitantes e fiquei assombrada! É muita visita! Mas é um estímulo também... Lá se vão outras razões.
A minha maior razão para escrever talvez seja a minha intolerância com a vida, com as coisas, com as pessoas. Eu até que sou paciente, mas completamente intolerante! São duas coisas distintas... Tô sempre indgnada, resignada, revoltada com (ou contra) alguma coisa - isso é altamente inquietante, absolutamente inspirador... As situações cômicas da vida me inspiram, as comédias românticas (e as tragédias também) me inspiram, a crise, o dólar, a guerra (...) alimentam a minha imaginação transformam-se em fontes vitais de reflexões, de posts dos mais diversos. Entretanto, o combustível mais eficaz é com certeza o meu desconforto em relação ao que me parece absurdo, a sensação que me fez voltar a pé pra casa de uma distância considerável só porque algo aqui dentro gritava tão alto que as pessoas ao redor certamente poderiam ouvir: "- Isso não é justo, não está certo!!!!"
E parei aqui junto ao PC. Aqui eu posso (feitas as devidas considerações) expressar indignação! (que isso soe como um grito)... Aff.

0 comentários:

Sejam bem-vindos!

Mi casa, su casa...
 
Copyright 2009 Viviane Zion. Powered by Blogger
Blogger Templates created by Deluxe Templates
Wordpress by Wpthemescreator
Download Royalty free images without registering at Pixmac.com