sábado, 17 de janeiro de 2009

C A R E T A !!!!!!

- Você é muito CARETA! (foi o que disseram)
Mais tarde em casa, na frente do espelho, repeti algumas vezes pra mim mesma só pra ver... "careta", "careta", "careta"... - Sou mesmo... aff! (foi a conclusão)
Daí me ocorreu algo interessante...lembrei de outra palavra que aparentemente não tem muito a ver: CARÁTER.Gostei da lembrança. Isso eu tenho mesmo. Se a minha caretice expressa firmeza nas minhas convicções, então isso é bastante louvável! Fiquei feliz comigo.
Conviver com outros seres humanos não é tarefa muito fácil para mim. Constantemente sou assolada com um sentimento de inadequação terrível. Não me encaixo em grupos, em tribos, em partidos, em rótulos, em classes... não tenho uma pátria, um lugar seguro, uma palavra séria que me defina; me entristeço facilmente com atitudes imaturas (e inconsequentes) das pessoas ao meu redor. Não são raros os momentos (torturantes) de perplexidade e resignação frente às insanidades cometidas pelos seres humanos à minha volta (e pelos que não estão tão perto assim)...
Sim, eu sou extremamente CARETA* (!), se isso quer dizer que:
  • não ajo tendo em vista unicamente os MEUS interesses e necessidades;
  • acredito que as pessoas não são "descartáveis", e que AMOR não acontece desacompanhado de entrega, de sacrifício, de COMPROMISSO - não só nos relacionamentos homem-mulher, mas vale para as relações familiares, amizades, profissão...
  • e que LIBERDADE sem RESPONSABILIDADE está mais para libertinagem, uma mera ilusão criada pelo nosso ego - que dá uma falsa impressão de prazer e realização no começo mas não dura tempo suficiente pra tirar uma lição qualquer que valha viver a vida de maneira mais digna, mais íntegra...
  • falar a VERDADE é melhor que mentir. SEMPRE...
  • (...)

Careta, careta, careta... a palavra não me sai da cabeça.

Uma vez, o meu chefe (na época) disse que confiava em mim porque eu era uma menina sensata. Isso tem pra quase dez anos. A frase nunca saiu da minha cabeça. Hoje, sempre que me encontro em apuros (não são raras as vezes) lembro ele expressando sua opinião.
C-A-R-E-T-A. Não vai sai mais da mente. É isso mesmo. Eu sou.

4 comentários:

Sr. OverGround disse...

Olha.. quase um anagrama..

Careta/carateR

tenho q anotar isso.. rs..

Juh*Sullyvan disse...

veihhhhhhhhhhhh

vc é demais

eu te amo tantoo tanto tantooo!!!!!!!!!

Rafaela disse...

careta, nesse caso, é uma qualidade muito boa pro sinal.

tô precisando ser mais um pouco. aliás, as vezes me surpreendo com características minhas que não percebo sempre e que são totalmente caretas. é legal descobrir que existe caretice em mim...

=**

Kézia disse...

Careta, CA-RE-TA, C-A-R-E-T-A

CARETA!!

Me lembrou um verso do Teatro Mágico:

"Acredito que errado é aquele que fala correto e não vive o que diz"

COmpromisso e responsabilidade, acho que daí vem a liberdade..

Concordo em gênero, número e grau com tudo o que disse.
Assino embaixo!

B-josss,
Te adoro!! XD

Sejam bem-vindos!

Mi casa, su casa...
 
Copyright 2009 Viviane Zion. Powered by Blogger
Blogger Templates created by Deluxe Templates
Wordpress by Wpthemescreator
Download Royalty free images without registering at Pixmac.com