quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

Sampa (parte II)

(...) Então vamos lá... voltando do aeroporto, só deu tempo de "beliscar" alguma coisinha, tomar um banho e ir pra Convenção, que começaria naquela mesma noite de quinta-feira. Na foto aqui do lado, da esquerda para a direita: Nayara (prima), Tyntinha (companheira de quarto) e eu. Estávamos no traslado hotel - evento. Deu pra perceber que tava frio né? Pois é, era um dos meus medos! Inverno em São Paulo, e eu sinto muito frio pq a minha camada adiposa não é das mais espessas... rs! Mas nem foi tanto assim. Dava pra segurar a onda numa boa.

____________________
Na primeira noite a gente não sabia onde achar nada pra comer! O Shopping já estava fechado na saída do evento, o hotel cobrava um absurdo pelos "petiscos"... A unica coisa que tinha pra comprar era um milho cozido debulhado, com margarina - que na hora da fome até que desceu legal!
Na manhã seguinte deu pra visualizar bem as possibilidades dos arredores do Espaço das Americas. Tomamos café da manhã num quiosque do lado da estação Palmeiras-Barra Funda. E eu comprei um cartão telefonico pra ligar aqui em casa. Nesse dia eu descobri algo muito especial: pessoal de São Paulo não tem dó de rechear as coisas! Pedi um café com leite e uma porção de pão de queijo. A porção era uma senhora porção!!!!!!! E passei a olhar os pães recheados com mortadela bolonha, os sanduíches de queijo, presunto e salada de tomate e alface... Gritante a diferença... Aqui em BSB vc pede uma pizza e tem que ter muita imaginação pra apreciar o sabor! É muita massa pra pouco recheio... Lá não! A gente come com fartura... Mais tarde eu conheci um tal de "churrasco grego" que me deixou pasmada. Não comi mas fiquei impressionada. Nem vou me arriscar a descrever o que era aquilo! Só indo lá no centro pra provar!!!
À tarde conheceríamos o Mercado Municipal. Eu estava muito ansiosa! Fomos em comitiva dessa vez. Metrô, outro Metrô, depois caminha, caminha, caminha... rua abaixo, rua acima... uma verdadeira maratona! Paramos em frente à Catedral de São Judas (eu acho). Uma igreja imensa. Uma praça gigantesca! E gente, e mais gente... Pasmei; parei na frente da Drogaria pra ligar em casa enquanto vislumbrava a paisagem urbana monumental. Essa cidade é coisa pra doido!!! E anda que anda, chegamos ao Mercado. Bem menor e menos glamuroso do que pensava! Mas um lugar fantástico! E gente de todo lugar, chineses, coreanos, italianos, brasileiros de várias partes do Brasil. E cheiros e gostos e cores e tamanhos... Tudo era surreal; inclusive o preço das coisas... Fiquei assustada. Mas a qualidade era boa.
Comemos um tradicional pastel de bacalhau. Caprichado no recheio - naturalmente. Com Coca-cola! Uhhhh...
Foi dando um soninho... Mas nada de voltar. Passamos o dia andando no Centro da cidade, olhando coisas, pessoas. Na volta, banho e Convenção. Que cansaço!!!! Mal tava me aguentando em pé... Descobrimos um Wal Mart pertinho do hotel. Compramos algumas frutas, biscoitos e água pra passar a noite. Foi a salvação; não tinha o menor pique pra jantar fora!
^^,

2 comentários:

Rafaela disse...

ao longo do texto fui salivando, quase babei de tanta coisa boa que você falou. amo comer!! em sampa ainda, fala sério?!
já falei que amo esse lugar??
você comeu o prato típico das estações de metrô: milho com margarina. tem também com maionese (O.o), mas esse eu não me arrisco.. rs.

tá me dando uma vontade louca de ir pra lá...

Erikin disse...

Oloco Vivizinha que aventura hein, muitoo fera!!
Que venha a parte três, com tantas aventuras quanto a parte I e II.
Bjs
Fik na paz

Sejam bem-vindos!

Mi casa, su casa...
 
Copyright 2009 Viviane Zion. Powered by Blogger
Blogger Templates created by Deluxe Templates
Wordpress by Wpthemescreator
Download Royalty free images without registering at Pixmac.com