terça-feira, 25 de agosto de 2009

Silêncio

Amo! Definitivamente amo o silêncio... Deve ser porque eu trabalho em um ambiente costumeiramente barulhento. Ou deve ser por causa de outra coisa, eu não sei bem. O que sei é que em um ambiente tranquilo eu me sinto mais à vontade, as minhas ideias fluem melhor, consigo ouvir as minhas "vozes interiores". Tenho aprendido tanto... Barulho, confusão, gente falando alto (todos ao mesmo tempo então...) me irrita profundamente! Não que eu tenha algum tipo de fobia ou seja paranoica a ponto de desejar a solidão em vez da companhia das outras pessoas, nada disso! Mas é que a fase pela qual estou passando é introspectiva.
Esses dias várias situações me fizeram pensar sobre. No começo eu tava meio que achando que a minha fase meio "esquiva" era uma fuga ou uma certa covardia. Confrontei as minhas intenções. Não, não é mesmo (e olha que eu me conheço bem - acho)! Mas é como eu disse a uma amiga ontem enqunto voltávamos para casa depois de um dia de trabalho árduo: "Na verdade, eu faço qualquer coisa pra viver em paz!" E esse qualquer coisa inclui, entre outras coisas, até mesmo deixar brigar pelo meu ponto de vista - algumas vezes, não todas! - mesmo tendo certeza de que eu estou "certa". Acho que eu já comentei algo sobre isso... sobre deixar que o outro "tenha razão".
E me calo. Simplesmente. Sem ressentimentos. Vou cuidar de outra coisa, ora! Vou lá me recolher ao silêncio. Amo o silêncio.

3 comentários:

osvjor disse...

eu também adoro o silêncio, mas infelizmente vivo numa cidade extremamente barulhenta e trabalho num lugar idem. é incrível como muitos não percebem o monte de porcaria decorrente do barulho, incluindo o trabalho que fazem e o tipo de diversão fruída. acho que nem meus primos chimpanzés são tão barulhentos...

osvjor disse...

"Na verdade, eu faço qualquer coisa pra viver em paz!"

Essa frase é boa. Parece meu lema, "As amargas, não". Não digo que faço qualquer coisa pra ficar em paz, mas QUASE qualquer coisa eu faço, sim... nada como lhanura da paz, embora tenha sempre um espírito de porco puxando o pé da gente pro turbilhão da guerra...

Álvaro disse...

Fica em silêncio não amor, eu te escuto!

Sejam bem-vindos!

Mi casa, su casa...
 
Copyright 2009 Viviane Zion. Powered by Blogger
Blogger Templates created by Deluxe Templates
Wordpress by Wpthemescreator
Download Royalty free images without registering at Pixmac.com