segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

Estresse, por Rubem Alves

Estresse é uma palavra usada na física dos materiais. Ela tem a ver com o comportamento dos materiais submetidos à pressão, à distensão, à torção. Aplicada a nós, a palavra estresse revela a nossa condição de seres submetidos às pressões, distensões e torções que as 10.000 coisas no impõem. Inúteis são as técnicas de relaxamento. Alívio provisório - como os descansos entre as sessões de tortura. As 10.000 coisas voltam sempre... Só existe uma solução: libertar-nos do domínio das 10.000 coisas... Mas isso é difícil, porque elas nos fazem promessas de prazeres no futuro. "Tudo isso te darei..." Somente nos libertamos do estresse quando compreendemos que ele é um sintoma do domínio da morte sobre a nossa vida. A consciência da morte nos faz abrir os olhos. E aí, então, estamos em condições de olhar para dentro, à procura do desejo mais profundo que as 10.000 coisas enterraram. "O que é que se eu tivesse, me daria alegria?" Essa é uma pergunta que toda pessoa deveria se fazer diariamente.
(Em, Ostra feliz não faz pérola)

3 comentários:

Raffs disse...

Rubem Alves fez parte da minha infância. Na minha escolinha do primário, cada sala tinha o nome de um autor. A minha era "Rubem Alves".Bons tempos aqueles. Mas, confesso que não me recordo de nenhum texto dele. Acho que preciso conhecer mais. Que boa essa nostalgia!!

Beijos querida..
Ainda vamos nos conhecer, um dia!

Nêga!!! disse...

Rubem sempreeeeeee sábio :D

Clesia Coelho disse...

Esta é show de bola!!!
Zion e ruben junto e misturado, ficou 10!!

Sejam bem-vindos!

Mi casa, su casa...
 
Copyright 2009 Viviane Zion. Powered by Blogger
Blogger Templates created by Deluxe Templates
Wordpress by Wpthemescreator
Download Royalty free images without registering at Pixmac.com