terça-feira, 15 de dezembro de 2009

Será que tem?

Tem, tem sim. Eu achei que não existisse mas de duas semanas pra cá descobri que existe. É um ser-humano cuja presença me causa aversão, cujas atitudes me causam espanto, cuja voz me causa náuseas. Sério mesmo, fico verde! Não é comum acontecer. Geralmente, consigo conviver bem com QUAL-QUER criatura na face da Terra e, quem sabe, tecer algum tipo de relacionamento, nem que seja o trivial-cordial-diplomaticamente-correto. Mas com este "ser" não acontece! Não tem pra onde...
Esses dias eu tentei! Juro que tentei! Sentei do lado pra ver no que dava, fiquei prestando atenção no papo da galera, fiz menção de dar um "pitaquinho" que fosse só pra ser simpática... mas quando a figura despencou a falar foi automático: a comida veio na garganta eu tive que sair de fininho. "Não consigo, não consigo, não consigo... Uuuuuuuuuuuuuughh"
Pior é que nem dá pra disfarçar! Comentei o mal-estar com uma amiga há umas semanas atrás. Contei o milagre mas não contei o santo. Hoje ela chegou bem na hora do sufoco, bem na hora da crise! Sondou o ambiente, percebeu o clima tenso, olhou pra minha cara e disparou a rir! Eu corei da cabeça aos pés, de vergonha mesmo - e o estômago revirando. Virei as costas e saí. Alguém ainda perguntou: "- Viviane, você ainda vai ...?" Minha amiga respondeu: "Vai não! Viviane 'tá de saída" - e dá-lhe risada!
Não-gosto-não-gosto-não-gosto-e-não-gosto!
Chama o Rauuuuuuuuuuuuuul! Aff...

2 comentários:

Mini-Chef disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!traço característico da família:TRANSPARÊNCIA!!!!!!!e isso nem sempre ajuda né!!!!!bjouuuss

Angel disse...

rsrsrs... Que situação!

Sejam bem-vindos!

Mi casa, su casa...
 
Copyright 2009 Viviane Zion. Powered by Blogger
Blogger Templates created by Deluxe Templates
Wordpress by Wpthemescreator
Download Royalty free images without registering at Pixmac.com