quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Novo dia

Sim, sim, sim... um dia de trégua!!!
Quando acordei tinha alguma coisa
diferente no ar, que eu não sei bem
e nem tenho como explicar, mas
era assim como uma presença do
que mais fazia falta dentro de mim.
Olhei o teto e a parede... tudo ali
era o mesmo e me parecia, de repente
novidade antiga surgindo à minha frente;
olhei a janela. O perfeito Sol e o céu
azul nada diziam além do que os meus
castanhos olhos podiam alcançar.
A porta aberta, o piso gelado em
contato com meus pés descalços...
Ao meu redor tudo exalava um misto
de proximidade ao mesmo tempo
tamanha estranheza que até pensei:
é sonho - ou talvez imaginação!
Não, enganei-me... não era delírio! Era
a realidade nova e há muito esperada,
já dizia que sempre depois de noite
escura, brilha forte o Sol da manhã.
Era isso! Novo dia, alvorada;
escutei o som que veio lá de dentro
anunciando o fim das densas trevas.

1 comentários:

Santiago disse...

Jardineira!
Me alegra a simples imagem do seu sorriso formada em minha mente! Obrigado pela música, eu creio no perfeito amor - é por Ele que vivemos e existimos. Felizes aqueles que encontram o caminho!
Por causa da proximidade da morte, hoje eu posso dizer que conheço bem a diferença entre ela e a vida...
Bons ventos a soprem, preciosa!
AMO-T

Sejam bem-vindos!

Mi casa, su casa...
 
Copyright 2009 Viviane Zion. Powered by Blogger
Blogger Templates created by Deluxe Templates
Wordpress by Wpthemescreator
Download Royalty free images without registering at Pixmac.com