quarta-feira, 28 de abril de 2010

Cotidiano (sem número)

Vai saber onde anda a minha cabeça, o meu juízo, as minhas forças (que parecem que foram retiradas com seringa)... se eu chapo a cara e a coragem no trabalho as coisas fluem que é uma beleza mas em compensação parece que andei treinando boxe durante todo o dia. Se eu separo o domingo pra relaxar e descansar um pouco parece um tanto pior porque eu fico pensando nas coisas a fazer, a criar, a realizar e a escrever - quem disse que eu consigo "desligar"??? Eu ando uma pilha, o tempo todo. E olha que tenho evitado cafeína, levado a sério a coisa da alimentação, dormido o suficiente, bebido bastante líquidos, ingerido frutas, verduras e cereais, etc, etc etc... Parênteses. Esses dias eu fui me trocar pra ir pro cusro, depois do trabalho e tive uma certa dificuldade na hora de abotoar o jeans. Qualquer mulher no meu lugar pularia dali mesmo do segundo andar da sala dos professores - eu não! Pulei foi no lugar mesmo... de felicidade! Estou conseguindo ganhar e manter o peso normal e isso é extraordinário pra alguém que, como diz a Flavinha: "Se espirra, emagrece". E deu vontade de ir ao consultório do fofíssimo do Dr. Guilherme (o clínico que acompanhou a "minha" crise no começo deste ano) e dar uma beijoca estalada na bochecha dele!!! Foi um grande profissional, um amigo, uma grande ajuda... Fecha parêntese e abre outro. Parei com as aulas de boxe chinês. O meu instrutor foi embora e eu não confio nos outros. Muito chato isso: tem uns caras que agem de uma maneira muito estranha em presença de mulher; não conseguem se conter. Nos dias em que o professor não podia ir, os substitutos sempre arranjavam jeito de "puxar uma conversinha", ensinar uns golpes de mais contato físico, vir com aquele papinho de "a gente já-não se conhece de algum lugar?" E eu pensava: "é, pode ser que eu já tenha visto no Zoológico ou lugar parecido mas não lembro". Isso foi me aborreceu e eu fui somando com outras situações do tipo me dar conta de coisa óbvia: EU NÃO TENHO PERFIL PRA VIOLÊNCIA! Mesmo que em esporte. Eu adorei o condicionamento físico que alcancei enquanto treinava mas por outro lado, quando o treino era técnico, com luvas, pra dar porrada mesmo... confesso que passava vergonha e provocava risada na galera que tava por ali assistindo. Toda vez que eu conseguia acertar um golpe, corria pra perto do meu "adversário" pra perguntar se ele tinha se machucado. O cara sempre respondia com cara de espanto: "Vivi... isso aqui não é sessão de massagem - é boxe chinês! É (ênfase no é) pra bater!!!" E eu constrangida. Quando o isntrutor saiu da academia, achei a desculpa que precisava: larguei as aulas. Fecha parêntese.
E dá-lhe dias de acordar cedo e dormir tarde, de não ter tempo nem ânimo pra conversar o tanto nem os assuntos que eu gostaria com as pessoas com quem eu também desejaria passar uma parte maior de tempo. Um livro, dois livros, três livros. Frenesi. Às vezes chegar em casa e desmontar em choro por um motivo ou por outro. Assim é a minha vida. Dia após dia. Dia fui ver a minha "terapeuta". Sentei à mesa da cozinha e li um livro quase inteiro. Assunto: psicologia rogeriana. Muito bom. Também, depois que saí de lá não prestei mais pra nada: voltei pra casa e caí na cama. Adeus... só acordei algumas horas depois, sem saber direito quem era nem onde estava. E tem o curso também, com tarefa de casa acumulada, por terminar, algumas reposições que eu preciso fazer - se bem que essa é a parte boa da coisa. Antigamente eu chegava uma hora antes da aula pra estudar. Meus colegas de classe começaram a fazer o mesmo. Tempo depois era meio a meio: estudava meia-hora e conversava o restante. Agora bagunçou geral: a gente chega mais cedo e fica é batendo papo mesmo pra levar bronca em seguida por não ter feito a lição ou ficar voando na matéria. Entendo os meus alunos... Esse modelo educacional que a gente tem é péssimo mesmo, a meu ver, por um motivo principal: subestima, renega, negligencia (ou seja lá que palavra que caiba) as interações, os relacionamentos, as atitudes de cooperação - o coletivo. É cada um por si e um professor por todos (ciente que também não dá conta do recado e se sente mal por isso). Vou parar por aqui. Esse assunto mexe demais comigo.
No mais, vida segue sempre em frente. Estou vivendo os melhores meses do ano! Outono e inverno trazem dias muito bons pra mim... sempre. São duríssimos, em geral: estafantes e cheios de trabalho mas em compensação as melhores realizações, as melhores paisagens, os melhores relacionamentos, as melhores oportunidades da minha vida surgem (via de regra) entre os meses de abril e agosto. O que passa disso é fogo estranho. São os melhores meses do ano, isso eu tenho observado de alguns anos pra cá. Então, imagine você o meu estado de ânimo mesmo estado cansadíssima! O que tem me atrapalhado um pouquinho é o sangue do "cangaceiro" correndo nas veias - tenho me excedido em algumas situações extremas, a minha tolerância à imbecilidade alheia anda a quase zero - daí que o DNA fala mais alto sob certas circunstâncias. Qualquer dia conto alguns episódios. O resto vai bem.

1 comentários:

Angel disse...

Viviane, quando me foco no trabalho assim é porque o "resto" não tem me agradado muito... Não sei se é o seu caso, mas, comigo costuma ser assim. Se fico tristinha comigo, com alguém, com algumas pessoas, se quero fugir um pouco do mundo, me jogo no trabalho e haja força pra me tirar de lá.

Quanto aos seu lado cangaceiro, será que ele não deu as caras justamente quando você deixou as aulas de boxe? De repente, mesmo sem bater direito nas pessoas (rs) você acabava extravasando, liberando o stress diário. Mais uma coisa que falo tirando por mim, afinal, é eu largar a academia e pronto... durmo mal, fico mais nervosa, me irrito fácil...

E por último, mas não menos importante... Queria tanto ser do tipo que "se espirrar, emagrece"... rs.

Abraços, minha amiga! E ânimo ai, a vida tá batendo a porta, morrendo de vontade de entrar!

Sejam bem-vindos!

Mi casa, su casa...
 
Copyright 2009 Viviane Zion. Powered by Blogger
Blogger Templates created by Deluxe Templates
Wordpress by Wpthemescreator
Download Royalty free images without registering at Pixmac.com