sábado, 29 de maio de 2010

Deixa eu cantar

Tô em fase "Nana" hoje. Melódica e melancólica como só a Nana é...
Foi só eu reconhecer a vida, que tava boa, as coisas caíram de produção outra vez. A gente não tem direito a ter sossego nessa vida não, é minha gente?! Mas tem nada não, esperança e disposição eu tenho de sobra!
Canta, Nana, canta!!! Que daqui eu ouço e canto junto, acompanhada do violão.



Deixa eu cantar (Dudu Falcão)

Sabe, eu sou feliz

Invento a vida enquanto eu canto
Sou teu amor, sou teu encanto,
O porta-voz da tua paixão.


Sabe, é sempre assim
Ninguém segura a fantasia
De ter o dom da melodia
Trancar o mundo na canção.


Deixa eu cantar
Deixa eu chorar
Meu pranto e saudade
Eu sou a própria voz do medo
Um aconchego e sedução


Deixa eu cantar
Deixa eu dobrar de felicidade
Eu sou tua voz dizendo a ele
Tudo o que não disse o teu coração

Mas é que eu sou feliz
Invento a vida
E quando eu canto
Sou teu amor, sou teu encanto
O porta-voz da tua paixão


É que é sempre assim
Ninguém segura a fantasia
De ter o dom da melodia
Trancar o mundo na canção.

Deixa eu cantar
Deixa eu dobrar de felicidade
Eu sou tua voz dizendo a ele
Tudo o que não disse o teu coração

Deixa eu cantar
Sou teu recado, sou teu pecado
Dentro de rádios e vitrolas,
Conto pra ele nosso amor


Deixa eu cantar
Sou teu recado, sou teu pecado
Dentro de rádios e vitrolas,
Conto pra ele nosso amor

0 comentários:

Sejam bem-vindos!

Mi casa, su casa...
 
Copyright 2009 Viviane Zion. Powered by Blogger
Blogger Templates created by Deluxe Templates
Wordpress by Wpthemescreator
Download Royalty free images without registering at Pixmac.com