sexta-feira, 18 de junho de 2010

Hoje

Tava aqui pensando na agilidade com que o amanhã se torna hoje...

Madrugada foi insone. Deitei ontem, fui dormir já era hoje. E ainda hoje, dormi e acordei diversas vezes. Seja por causa do frio ou pra tomar o remédio, que eu fiquei procurando à luz do celular debaixo da cama (deixei cair ainda era ontem). Não sei exatamente quantas vezes mas foram vários sonos e vários sonhos. O último, que bem me lembro parecia um tanto real (veja bem, o que escrevo aqui não é um conto - a minha saga noturna realmente aconteceu de ontem pra hoje) e eu sonhava com uma situação bastante corriqueira e apareciam pessoas bastantes conhecidas, entre estas uma pessoa bastante indesejável. Não que a pessoa seja indesejável mas a situação em si, de sonhar com, é indesejável. E hoje, quando me levantei pela manhã (já passava das 10h) com o corpo moído pela noite mal-dormida, a lembrança que eu tinha mais recente era de entrar em uma sala (no sonho), dar de cara com alguém que eu não queria ver e dar meia-volta com aquela sensação de "p*rra, quando é que isso vai acabar???" Não sei, não sei, não sei. Essa é a pergunta que EU gostaria de ter a resposta. Enquanto pra algumas coisas o tempo voa, para outras ele passa arrastado... Sem mais por hoje.

0 comentários:

Sejam bem-vindos!

Mi casa, su casa...
 
Copyright 2009 Viviane Zion. Powered by Blogger
Blogger Templates created by Deluxe Templates
Wordpress by Wpthemescreator
Download Royalty free images without registering at Pixmac.com