quarta-feira, 21 de julho de 2010

Aulas de Inglês


Era pra ser uma noite comum, uma noite igualzinha a todas as outras em que saio do trabalho e me dirijo a algum outro lugar pra fazer alguma outra coisa. Mas  coisa boa desta vida: o fator "surpresa" às vezes entra sem convite, muda a ordem, muda as cores - ou põe tudo em seu lugar. Cheguei no curso cansada, desabei na cadeira, preparando o corpo, a alma e o espírito para suportar duas horas de sabatina que antecederiam a esperada e merecida chegada em casa: pra ver a mana, pra ver a mãe, pra deitar e dormir uma horinha que fosse, afinal, o dia seguinte seria difícil... Mas não, não foi nem de longe o tormento que imaginei; o destino (?) - talvez o acaso - tem o poder de proporcionar encontros especiais. E eu caí nos encantos, como que sob efeito de uma droga qualquer: duas horas passaram voando.
(...)
Às vezes era eu quem ria, outras era ele quem caía na gargalhada com as minhas bobagens. O stresse misturado com o cansaço das doze horas trabalhadas durante o dia somado à ansiedade e o medo de não dar conta me fizeram alvo fácil pro fracasso. Mas não, não foi assim, ruim - pelo contrário! Nem pensava que colocar em dia as minhas lições pudesse ser tão divertido, dadas as minhas condições físicas e mentais; e era assim: eu errava, pedia desculpa; ele repetia a sentença e ria; eu agradecia e ria, ria, ria... Tinha horas em que ele ficava "vermelhinho" com as minhas respostas pra lá de espontâneas e a vontade que dava era de saltar por cima do balcão que nos separava e beijar-lhe as bochechas ruborizadas.
(...)
Fim da aula. Ainda tive o privilégio de conversar mais um tempo "extra-classe".  Jesus, como eu sinto falta destas coisas! De desfrutar do tempo em boa companhia... Fui pra casa flutuando; dormi levinha (ainda mais do que já sou), rs e feliz da vida! Conquistei um novo amigo.

5 comentários:

Ives disse...

Energia! abraços

Rodrigo Fernandes disse...

No meio de uma blogosfera absolutamente fútil foi muito bom encontrar sua página. Muito sensível de um bom gosto terrível. Numa palavra: relevante. Em duas: continue, prossiga.

Dá vontade de voltar e esse é o melhor elogio que eu conheço.

Bração,

Viviane Zion disse...

Pura energia, Ives! os nossos relacionamentos têm o poder de nos sustentar, nos levantar... mas tb de nos destruir! Uuuui... que medo! rs

Abs.

Viviane Zion disse...

Uau, Rodrigo!

Corei, rs. O blog tem meio que a "minha cara", por isso,encarei o elogio como a uma parte grande de mim: a que eu consigo expor aqui (sem censura, sem cortes). Fiquei lisonjeada.

Obrigada pela visita, volte sempre...

Forte abraço.

Carol Venturini disse...

Babado hein amiga!!!? Manda o teacher aqui pra Sampa, passar uns dias comigo pra ver se levanta o meu astral também, poxa! Mas conta aí: é bonitão o rapaz ou parou só na engraçadice??? hehehe

Amigas na alegria e na tristeza, né??? rsrsrs

Saudade tamanha! Vem pra SP quando afinal, sua ruiva tratante?,

Bjobjobjobjobjo...

Sejam bem-vindos!

Mi casa, su casa...
 
Copyright 2009 Viviane Zion. Powered by Blogger
Blogger Templates created by Deluxe Templates
Wordpress by Wpthemescreator
Download Royalty free images without registering at Pixmac.com