sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Eu, eu mesma e... eu!

Nunca pensei que uma pessoa pudesse mudar tanto. Pois é - estava enganada; quanto a esse e outros tantos assuntos que habitam a minha cercania. Digamos que  vida é um tanto quanto irônica e permite (ou proporciona, não sei bem qual palavra cabe à ocasião) que certas situações se repitam várias (e várias) vezes para que se aprenda algo (eu creio assim). É tipo ensaio de peça de teatro: passamos a cena uma, duas, três... zilhões de vezes até alcançar o desejado - o tom certo da voz, o gesto, o posicionamento, etc, etc, etc... eu aqui com as minhas divagações de atriz amadora...
O fato é que ontem eu vivi um dejávù reprisado à la "Sessão da Tarde". Parêntese pra dizer que eu DETESTO filme repetido. Reprise é coisa que como diz a minha amiga Lya, "me dá coisas"... Detesto. Tá certo que já assisti alguns filmes mais de uma vez, e todo mundo tem a sua lista de preferidos mas no geral, filme repetido me enoja. E a situaçãozinha de ontem foi do tipo que já igualzinha passou diante dos meu olhinhos cor de mel dezena de vezes. O desfecho que foi diferente.
Antigamente, quando alguém me "colocava contra a parede" como fui posta ontem, eu entrava em crise, pânico, ficava atordoada, sentia medo e talz mas ontem... Bem, ontem eu respirei fundo e fui resolvendo as situações, respondendo as provocações, contornando as "saias justas" de uma maneira tão equilibrada que até (me) estranhei. Que mudança!
Mudei.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
Que bom.

0 comentários:

Sejam bem-vindos!

Mi casa, su casa...
 
Copyright 2009 Viviane Zion. Powered by Blogger
Blogger Templates created by Deluxe Templates
Wordpress by Wpthemescreator
Download Royalty free images without registering at Pixmac.com