sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Bons ventos me sopram...

Semana louca, meu! Tô muito cansada... Meu físico desabou mas o bom-humor foi preservado. Melhor assim. E recebi muitos telefonemas trazendo notícias boas - melhor ainda... Daí percebo mesmo que "maré ruim" é coisa transitória e que vale a pena continuar firme, esperando-agindo por dias melhores. "Bem-aventurados os pés dos que proclamam as boas novas!!!"

Ando quebrando paradigmas. A presente postagem é uma quebra! Muito comum é eu ter vontade de escrever quando as coisas não vão bem e despejar aqui um soprinho de descontentamento. Mas não posso mentir: a vida anda boa demais e às vezes de tão empolgante, falta a capacidade de resumir em um texto que tenha algum nexo.
Saí ontem pra almoçar com uma amiga muito querida. Muito bom conversar com quem tem assunto (agradável). No fim das contas eu acabei confessando a ela os pactos que fiz comigo mesma assim que o ano começou. Primeiramente, "colar" com gente que tem alguma coisa a me acrescentar. Elimine-se os outros; não em convívio mas em parcerias efetivas.
Segundamente (não me culpem, aprendi a escrever assim lendo Manoel de Barros), decidi definitivamente "fazer o que eu tenho que fazer". Assim, sem reclamar e mesmo sem ter vontade. Progresso à vista!Talvez não me lembre (agora) de tudo mas uma terceira entre outras coisas que combinei comigo mesma foi de "falar o que eu tenho que falar" mesmo tendo que explicar depois, mesmo que eu me complique, mesmo que perca uma ou duas companhias para uma
conversinha à toa quando não se tem nada (melhor) pra fazer. Mesmo que depois eu me arrependa. Mesmo que os ao redor não gostem ou se ofendam e eu tenha que pedir perdão de joelhos depois... O que eu não poderia mais é acumular dezenas de sapos entalados na garganta por pura covardia, por puro medo de desagradar a fulando ou ciclano ou ainda ficar "mal na fita" com os convivas (amigos, companheiros de trabalho, família, etc, etc...).
Ah sim! "Fazer a diferença" - eis outra promessa! Onde eu estiver, empenhar o meu melhor. Azar de quem achar ruim ou se sentir incomodado. Não estou preocupada com isso. E coitado de quem acha o privilégio de ser diferente, fazer diferente é algo restrito apenas a quem participa de alguma instituição de seja lá qual natureza... Eu tô aqui é pra "causar" mesmo. Qualquer ambiente, qualquer assunto, qualquer programação. Ponto.

0 comentários:

Sejam bem-vindos!

Mi casa, su casa...
 
Copyright 2009 Viviane Zion. Powered by Blogger
Blogger Templates created by Deluxe Templates
Wordpress by Wpthemescreator
Download Royalty free images without registering at Pixmac.com