terça-feira, 24 de maio de 2011

Sem título

Hoje sucumbi ao cansaço: não fui à aula. Tô aqui matutando como foi o dia. É um privilégio conviver com algumas pessoas que conheço, muito embora, horas há em que a tolerância não suporta a pressão da falta de delicadeza. (...)

Há mais! Pode até parecer não ter muito a ver a seguinte declaração mas eu me identifiquei profundamente com os fundamentos da Psicologia Humanista! Essa coisa de "concordar em discordar" é muito a minha cara! Desde sempre eu tenho repetido que não é necessário eliminar nem as discordâncias nem os discordantes para se viver bem - e em paz! Muita coisa boa nasce da discordância. Da concordância rotineira e absoluta brotam o tédio e os dogmas. Fecha parêntese.

Discordei de um colega hoje. Foi o meu erro. Fui "obrigada" a ouvir por um período significativo de tempo as suas razões e certezas. Sem espaço pra diálogo - ele, obviamente estava certo - e o que quero eu de conversê com quem está sempre certo? Coisa mais monótona...

Ouvi boa parte do que ele disse. Da outra parte o TDAH se encarregou: vi-a-jei... e fiquei pensando em coisa melhor... pensando em como é bom não saber tudo e poder (ainda) contar com gente que "faz cocô" e comete falhas.

Sem mais.

2 comentários:

cacetoides disse...

Não sei sobre os dogmas e o humanismo, mas matar aulas às vezes é um presente que todos merecemos! \o\~~

Viviane Zion disse...

Nem queira saber sobre os dogmas... mas sobre a Psicologia Humanista talvez você encontre coisa bem interessante!
:)

Sejam bem-vindos!

Mi casa, su casa...
 
Copyright 2009 Viviane Zion. Powered by Blogger
Blogger Templates created by Deluxe Templates
Wordpress by Wpthemescreator
Download Royalty free images without registering at Pixmac.com