domingo, 11 de dezembro de 2011

Retrospectiva 2011 (parte I)

Bem amigos da blogsfera... Tá acabando mais um ano, e cá pra nós... que ano! 2011 deu o que falar... Pra começar, antes de começar (o ano) eu listei algumas resoluções, tracei algumas metas e estratégias pra fazer com que o ano que iniciava não repetisse as 'zincas' do ano anterior. Freud explica: "onde há repetição há inconsciente" e eu definitivamente resolvi minar e bombardear o meu inconsciente, que me empurrava pro abismo de cometer os mesmos erros, sempre...

Finalzinho de dezembro (2010) eu estabeleci pactos comigo mesma. Tava cansada de me boicotar! Daí eu me sentei com lápis e papel nas mãos e fiz a seguinte lista:

1) Neste ano que se inicia (2011), eu só vou 'colar' com gente que me acrescenta algo! Chega de andar com o povo 'peba', atrasado, pé na cova, reclamão, resmunguento, preguiçoso, olho gordo, fofoqueiro. Fiz um limpa geral na minha rede de amizades e... (pasme!)... CORTEI da minha convivência uma porção de gente. Eu poderia citar aqui os benefícios que me acarretou uma decisão assim tão simples mas não! Sigamos, que tenho muito a escrever hoje...

2) Outra coisa que eu decidi pôr em prática em 2011: força de vontade! Fazer o que eu tivesse que fazer, mesmo que eu não quisesse! Ser alerta, fiel com meus compromissos, empenhar a minha palavra e fazer e um TUDO pra honrar o que prometi; exercitar a lealdade a qualquer custo. Pensa que é fácil? Não, não é, pequeno gafanhoto, mas compensa... A nossa reputação leva tempo e esforço pra ser construída mas no final das contas, você acaba ganhando o respeito e a confiança das pessoas...

3) Outra coisa que eu decidi fazer (e que me rendeu muita encrenca) foi: ser franca. Eu decidi falar o que eu tivesse que falar mesmo que significasse confusão na certa, mesmo que eu tivesse que me explicar, voltar atrás, pedir perdão depois. Sabe, durante muitos anos da minha vida eu vivi atormentada pelas indignações não-expressas, engasgada com os sapos que engolia para simplesmente "ficar bem na fita" com A e B. Acabou! Chega de fazer esforço pra ser aceito, de utilizar de polidez e de uma pseudodiplomacia pra não contrariar fulano ou ciclano... Coisa boa é a gente ser adulto o suficiente pra ser do jeito que a gente é e não uma sombra das projeções alheias e expectativas ao nosso respeito.

4) Por fim, talvez o mais difícil: eu decidi fazer diferença onde quer que eu fosse, onde quer que eu andasse... E fiz! Aliás, fiz e aconteci. Quem esbarrou comigo em 2011 dificilmente saiu ileso: sempre teve o que falar, o que pensar, o que raciocinar. É o que eu faço de melhor - plantar a dúvida, o questionamento, a reflexão na alma das pessoas, modéstia à parte. Ganhei amigos e afastei outros com isso mas tudo nessa vida tem ganhos e perdas. Eu fiz as minhas escolhas e arquei com as consequências delas...
(...)

Bom, e o que ocorreu durante este ano foi tudo isso que eu tenho aqui na memória e no coração mas certamente não vou conseguir colocar tudo em palavras nos textos do blog. Vou tentar resumir o suficiente pra deixar registrado quão grande foi o meu crescimento pessoal...
(CONTINUA)

0 comentários:

Sejam bem-vindos!

Mi casa, su casa...
 
Copyright 2009 Viviane Zion. Powered by Blogger
Blogger Templates created by Deluxe Templates
Wordpress by Wpthemescreator
Download Royalty free images without registering at Pixmac.com