sábado, 7 de janeiro de 2012

Retrospectiva 2011 - Final

Primeiramente, antes tarde do que mais tarde (risos). Estive fora de circulação no ambiente virtual por uns dias. É o que sempre digo: essa vidinha online é muito boa mas da melhor parte eu desfruto mesmo em 'off'. Ponto.

Três últimos meses de 2011: muitos eventos, festas, muita coisa pra estudar, pra ler, pra digerir, pra escvrever. Comecei um caso sério com o meu laptop que virou casamento mais rápido do que eu imaginava. O tempo todo juntos, trabalhamos e nos divertimos: produzimos grandes coisas (profissionalmente e academicamente falando).

Outubro passou rápido mas não sem sobressaltos: eu senti na pele as dores de ser boicotada, de todos os lados. Me senti meio à margem dos grandes acontecimentos, parecia que eu só poderia contar mesmo comigo. Foi nessa época que eu tirei da vida uma lição muito importante: quem tem inveja de mim tem que estar à minha frente! Prefiro um invejoso melhor do que eu do que atrás de mim tentando puxar o meu tapete! Deus que me livre de coisa assim. Descobri que eu não quero fama - eu quero é viver em PAZ! Sim, é isso mesmo que eu quero.

Novembro foi o mês de um grande evento da escola (cujo roteiro eu mesma escrevi, com colaborações importantes). Coisa assim envolvendo música, dança, encenação, filmagem e transmissão em tempo real eu nunca havia experimentado. Co-produzir um grande espetáculo é adrenalina garantida! E, contando mortos e feridos, salvaram-se todos! Foi emocionante.

Dezembro foi a gota d'água. Muita coisa a fazer (até aí nenhuma novidade) e muito cansaço (aí então...)! Mas a expectativa era diferente porque o que o horizonte apontava eram as férias e a tão esperada viagem pro RJ. Mas antes que você acredite que o meu espírito kamikaze tenha desencarnado com a chegada do espírito natalino, devo acrescentar: antes do ano terminar (tranquilo) eu me matriculei em mais uma pós-graduação (agora são duas, simultâneas) e pedi demissão do meu trabalho (eu tô rindo alto aqui). Viajei sem olhar pra trás. Porque depois de um ano denso - e tenso - como foi 2011, a última coisa que eu queria era preocupações acerca do ano novo. Quando eu voltar de viagem (a propósito, já deixei o solo carioca e estou em solo gaúcho) resolvo como vai ficar a minha vida.

Deixei o cérebro e metade do juízo em casa quando saí. Não quero pensar em nada: só descansar e me divertir, não necessariamente na mesma ordem nem em iguais proporções. Quando eu voltar eu vejo mas só quando eu voltar...
Feliz 2012 a todos!

0 comentários:

Sejam bem-vindos!

Mi casa, su casa...
 
Copyright 2009 Viviane Zion. Powered by Blogger
Blogger Templates created by Deluxe Templates
Wordpress by Wpthemescreator
Download Royalty free images without registering at Pixmac.com