quarta-feira, 7 de março de 2012

Macanudo (Liniers) e outras coisas


(...)

Me sentei aqui para escrever e as palavras foram embora. Engraçado como não me acostumei com isso. Dizem que a gente só sente conforto no silêncio se o interlocutor nos é caro. Se o sujeito não está à vontade em presença de alguém fatalmente dispara a falar, a contar história sem pé nem cabeça para não deixar nenhuma lacuna. Acho que é isso: aqui me sinto tão à vontade que, talvez me passe pelo insconsciente que as palavras não são necessárias.

A tirinha acima parece que foi feita sob medida para mim. A mudança súbita de ânimo e a borboleta amarela. Quem me conhece assim, intimamente, sabe desta minha fixação (não sei se a palavra é bem essa mas vá lá) por borboletas. Por borboletas e joaninhas. Vira e mexe alguma destas criaturinhas adoráveis resolve pousar em mim. E eu faço farra! Se bem me lembro, da última, eu e uma amiga caminhávamos perto de um hipermercado longe-longe de casa quando uma joaninha pousou no meu braço. Era uma preta com bolinhas vermelhas - nunca tinha vista destas e fiquei abestalhada olhando... Não tinha árvore no lugar nem nada, ela apareceu fanfarronamente e desapareceu do mesmo jeito, obviamente depois de me arrancar muitos sorrisos e exclamações.

As borboletas me alegram o dia. Só vivem em lugares onde a qualidade do ar é boa, por isso quando as vejo respiro fundo - se está bom para elas deve estar bom pra mim também. E sigo em frente. Acho altamente motivador saber que serezinhos tão frágeis vivem um bocado de dias apenas (quiçá de horas) mas ainda assim honram o propósito e a oportunidade de estar vivo, passar por aqui, contribuir de alguma forma depois ficar para a história... Melancólico isso? Não acho. Acho inspirador...

1 comentários:

V.V eternamente disse...

OI amiga Viviane, lindo texto viu, é que os bichinhos tem este poder de nos trazer alegria e quanto mais indefeso mais força eles tem, aquela força que vem de dentro capaz de quebrar qualquer barreira de sentimentos que nos deixa triste.Pois é hoje é o nosso dia, apesar de achar meio estranho ter um dia para nos homenagear, estou vindo até aqui lhe desejar um feliz dia da Mulher, na verdade é quase noite,o que importa é a intensão não é mesmo? Deixo para você um texto. Um grande abraço e dias de muita paz e harmonia.


Mulher inspiração divina
Não o rascunho de Deus
Mas a sua obra prima
Cuidado – frágil
Alma feminina
(tuca)

Sejam bem-vindos!

Mi casa, su casa...
 
Copyright 2009 Viviane Zion. Powered by Blogger
Blogger Templates created by Deluxe Templates
Wordpress by Wpthemescreator
Download Royalty free images without registering at Pixmac.com