quinta-feira, 26 de abril de 2012

Dias assim

Detesto admitir isso mas: estou desanimada. Sou amante inveterada das boas notícias e espectadora ardente dos acontecimentos felizes, por isso mesmo, estou desanimada. Exatamente porque as coisas de tempos em tempos insistem em sair do controle das minhas mãos, a sensação de frustração comprime o meu ânimo! Não quero e não vou dar o braço a torcer: é o momento feliz da minha vida e eu não vou permitir que situações adversas roubem o brilho dos dias atuais. Mas dói. Cultivar felicidade, semear o bem, fazer a diferença na face da terra dá muito trabalho, rende muito cansaço, ansiedade e muitas lágrimas!

Pensei tanto e em tantas coisas durante esses dias... O surto cíclico alcançou-me novamente e houve momentos nestes dias, em que o silêncio foi a melhor resposta preventiva ao arrependimento de uma reação exagerada, impensada, irracional. Eu ando muito incomodada com algumas situações. Sabe aquele intervalo irracional entre a constatação de um problema e descoberta da solução? É isso: o intervalo da agonia, o espaço-tempo que te separa do alívio, do fim das dores.

Saio para caminhar sem rumo, com os pensamentos ora soterrando, ora afogando as minhas esperanças. Justo agora que tudo está indo tão bem?! Por quê? Meu humor anda insuportável, minhas ideias são assustadoras. Falta de paciência impressionante...

E dias assim, em que acordamos, ao que parece para ver as coisas dando muito errado bem à nossa volta, é melhor nem se debater muito. Ficar aqui quietinha, esperando a fase dura passar sem maiores danos.

0 comentários:

Sejam bem-vindos!

Mi casa, su casa...
 
Copyright 2009 Viviane Zion. Powered by Blogger
Blogger Templates created by Deluxe Templates
Wordpress by Wpthemescreator
Download Royalty free images without registering at Pixmac.com