domingo, 25 de novembro de 2012

Pensando

Sabe, a vida tem me ensinado coisas. Ensinado, por exemplo, a dar valor a quem ou a o que realmente tem valor. E nem precisa observar tanto, não precisa grande esforço para descobrir a diferença entre o que (ou quem) tem e o que (ou quem) não tem.

Também tenho aprendido a fazer as coisas quando há uma combinação perfeita entre "querer" e "poder". Um ou outro, isolados, não movem a minha vontade.

Hoje passei o dia envolvida nas coisas do meu trabalho. Adiantei bastante o serviço. No início da jornada, meio que a contra-gosto. Reclamei um pouquinho, chiei não poder dedicar o meu tempo à diversão, ao descanso ou ao ócio mas depois relaxei. Também tenho aprendido a enfrentar as responsabilidades com um mínimo de dignidade (risos); é o mínimo necessário. Confesso que eu mesma fico bastante irritada com gente resmungona - não posso me dar ao luxo de estar entregue aos deleites da vida comum-sem-graça-da-maioria.

Fiz o que dei conta de fazer. Parei agora e me peguei pensando em coisas que ficaram para trás. Ouvindo umas músicas aqui e lembrando das circunstâncias em que eu as ouvia há alguns anos. Parei para agradecer a Deus porque os tempos difíces deram lugar a outros tempos, menos difíceis e com alguma esperança a mais. Tenho vivido dias especiais.

1 comentários:

Rafaela Pires disse...

Vivi,
Delícia de texto, de música ( que eu conhecia com a dupla Pouca Vogal em que o Humberto acaba sendo o vocalista),delícia de forma de encarar a vida. Aliás tudo a ver com a música.Melhor olhar para o que há de bom, porque senão ...

Sejam bem-vindos!

Mi casa, su casa...
 
Copyright 2009 Viviane Zion. Powered by Blogger
Blogger Templates created by Deluxe Templates
Wordpress by Wpthemescreator
Download Royalty free images without registering at Pixmac.com