quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Vida offline, flores, chocolates e outras coisas...

Nada como uma semana sem telefone nem internet em casa para colocar em ação habilidades soterradas pela vida totalmente afetada pela tecnologia. Pareceu mesmo uma eternidade, só que não; tem jeito para tudo e nem tive tempo de sentir pena de mim mesma (por causa do serviço acumulado) ou raiva da situação desconfortável.

Era a falta da vidinha virtual e a consciência da pequenez humana forçosamente salientada pelas chuvas de novembro. Quanto estrago! Nem me incomodo tanto com essas coisas; tomo banho de chuva (muito a contra-gosto, bem verdade) mas chego em casa pronta para um banho quentinho, muda de roupa limpa e a comidinha da mamãe. Como bem dizia a canção dos Guns'n Roses: "nada dura para sempre, nem mesmo a chuva de novembro".

A net voltou, as águas deram trégua, consegui atualizar as pendências de maneira a adiar as rugas de preocupação e ainda por cima, entrei numa fase em que as pessoas inventaram de me presentear. Ontem ganhei flores de uma aluna - hoje, chocolates de uma amiga. Saí do trabalho pisando em nuvens e me perguntando por que raios a vida resolveu ser generosa comigo de uma hora para outra?

(...)

Falar verdade, não tenho certeza se quero realmente saber "os porquês" da coisa toda mas posso adiantar que ando feliz demais da conta por esses dias. Tem motivo especial e não tem ao mesmo tempo - todos os motivos são especiais. Simples assim. E fim.

0 comentários:

Sejam bem-vindos!

Mi casa, su casa...
 
Copyright 2009 Viviane Zion. Powered by Blogger
Blogger Templates created by Deluxe Templates
Wordpress by Wpthemescreator
Download Royalty free images without registering at Pixmac.com