quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

Nonsense

Abri o editor de texto sem ter a menor ideia sobre o que escrever. O ano passado já passou e eu não cumpri as metas nem as promessas que fiz. Abri e quis fechar algumas vezes, faz tanto tempo e está tão frio... não quero escrever mas quero escrever. Não entendo como pode alguém querer e não querer ao mesmo tempo num conflito interno sem fim.

No momento, algumas coisas passam pela minha mente. Iniciamos um ano novo e eu ainda estou presa (pelo menos profissionalmente) ao ano passado. Ainda tenho uma semana pela frente. Em 2015 eu errei muito. Errei muito. E errei muito. Acertei algumas vezes. Poucas vezes. mas acertei.

Não fiz pedido, promessa, nem tracei meta para o que iniciou-se há uma semana. Quero viver um dia de cada vez e vou adequando a realidade. Ultimamente o sono, o cansaço e o TDAH têm comandado o leme da minha vida. Infelizmente ou felizmente talvez.

Nessa vida já cheguei aos dois extremos: o auge da alegria e o do fundo do poço da tristeza. Sinto-me diferente. Velha. talvez. Sem tempo a desperdiçar com aquilo que não gosto, com aquilo que não acredito. Preciso de novas esperanças e novos caminhos.

Sensação estranha. Sei lá.

0 comentários:

Sejam bem-vindos!

Mi casa, su casa...
 
Copyright 2009 Viviane Zion. Powered by Blogger
Blogger Templates created by Deluxe Templates
Wordpress by Wpthemescreator
Download Royalty free images without registering at Pixmac.com